Como está seu planejamento financeiro?

Hoje resolvemos compartilhar algumas dicas para um bom planejamento financeiro!

Primeiro ponto:

Tenha muito claro que o planejamento financeiro vai além de simplesmente definir algumas metas! Se tem uma coisa que todo mundo é bom, é em definir metas! Mas isso é fácil, difícil mesmo é colocar o plano em ação e seguir com determinação para alcançar todas essas metas!

O planejamento financeiro é uma ferramenta administrativa utilizada para ampliar sua visão sobre suas próprias finanças, com ela, você será capaz de tomar as decisões corretas no que diz respeito a sua vida financeira.

Basicamente, o planejamento financeiro consiste em 3 passos:

  1. Analisar sua situação financeira atual
  2. Definir seus objetivos
  3. Estudar as possibilidades de alcançar os seus objetivos

Primeira dica!

Você precisa demonstrar de forma clara a situação atual de suas finanças. Para isso, elaboramos algumas perguntas que você deve responder para incluir no seu plano. Veja abaixo:

  1. Quanto você ganha por mês?
  2. Quanto você gasta por mês? (Separar despesas fixas e despesas variáveis)
  3. Você possui dinheiro investido?
  4. Você possui alguma dívida? (Se sim, escrever o valor)

É importante que você seja honesto nas respostas e tente não deixe nenhum valor de fora, por enquanto eles são apenas números, as mudanças começam mais para a frente!

Segunda dica!

Você provavelmente já tem um objetivo em mente, vamos chamá-lo, ou se você tiver mais de um, chamá-los de Plano de Investimento.

Suas metas podem apresentar pesos diferentes, para isso, aconselhamos que organize seu plano de investimento da seguinte forma:

  • Ordem de relevância (definir prioridades)
  • Dificuldade (qual demanda maior investimento)
  • Tempo (qual objetivo pode ser realizado em curto, médio e longo prazo)

Com seus objetivos organizados por ordem de prioridade fica fácil saber onde investir mais, onde investir menos e onde cortar gastos. Vale lembrar que você deve se manter realista à sua condição financeira na hora de estipular suas metas, ok?

Terceira dica!

Chegou a hora de conhecer algumas estratégias para otimizar seu planejamento!

Definir um teto de gastos

Para definir um teto de gastos você deve usar as informações já existentes das suas despesas fixas e receita atual e estabelecer um gasto máximo para cada categoria. Mantendo sempre maior fluxo de dinheiro nas áreas que você definiu como prioridade!

Descartar o que não for prioridade

Como citamos anteriormente, com suas prioridades definidas, é fácil saber quais gastos podem ser cortados fora. Essa etapa requer muito autocontrole e disciplina, principalmente para quem costuma ter impulsos consumistas quando vaia lojas e mercados, nossa dica é sempre sair de casa com uma listinha e não comprar mais do que o essencial.

Controle diário de gastos

Pequenas atitudes são o que geram os grandes resultados no final do mês! Por isso, é bom largar algumas tendências consumistas como passar o cartão de crédito e parcelar todas as compras, ou levar o primeiro produto que vê na prateleira do supermercado, sem avaliar custo-benefício!

Para ter ainda maior controle sobre os gastos do dia a dia, existem diversos apps gratuitos disponíveis que realizam esta função!

Análise mensal

Em algum espaço de tempo você terá que verificar se o seu planejamento financeiro está dando bons frutos, nós recomendamos que você faça essa análise mensalmente.

Apesar de não dar uma perspectiva de mudanças muito grande, pelo curto espaço de tempo, é o ideal para você corrigir ou trocar alguma ação que você perceba não estar dando certo já de imediato, ao invés de perder 6 meses em uma estratégia falha, por exemplo.

Quarta dica!

Para ter um aproveitamento ainda maior dos seus esforços, você também pode criar um Plano Financeiro!

Trata-se de um documento final ao planejamento financeiro, onde nele estão expostas todas as informações relevantes levantadas durante o seu processo de planejamento. Tal como: orçamento, estratégias desenvolvidas, agenda de implantação e as devidas revisões periódicas.

Como você já sabe, 2019 é um ano otimista para a economia, especialmente para investimento em imóveis, portanto, se ainda não fez nenhum planejamento financeiro, está na hora de começar! Quem sabe seja a oportunidade que faltava para realizar o sonho da casa própria! 🙂

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: